Servidores são capacitados para evitar violência contra idosos

idoso

Em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15 de junho, a coordenação do Programa de Atenção à Saúde do Idoso da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu, na manhã dessa segunda-feira (07), uma capacitação direcionada aos assistentes sociais do município, que debateu maneiras de lidar com a pessoa idosa e com os mais diversos tipos de violência a que são submetidos. O encontro aconteceu no auditório da SMS.

Segundo Jonorete de Carvalho, assistente social e assessora técnica do Conselho Municipal de Saúde, a violência ocorre devido a diversos fatores e contra a pessoa idosa se manifesta por meio de ações e omissões que prejudicam sua integridade física e emocional. “O idoso pode sofrer abuso físico, sexual, abandono, negligência, abuso financeiro e patrimonial, e abuso psicológico, responsável pelo aumento do número de depressão nessa faixa etária da população, levando até mesmo ao suicídio”, explicou.

A assistente social esclarece ainda que os locais onde mais acontecem violência são nas próprias residências, por parte dos familiares, e nas instituições de longa permanência, como os abrigos. “Muitas vezes eles são privados de medicamentos, descuido com higiene e saúde, ausência de proteção contra frio e calor, o que caracteriza abandono e negligência”, destacou Jonorete.

A coordenadora do Programa de Atenção à Saúde do Idoso, Denise Maia, destaca ainda que é preciso denunciar a violência. “As denúncias podem ser feitas pelo Disque 100, pelos Centros de Referência em Assistência Social e Conselho Estadual do Idoso”, afirma. Além disso, os profissionais de saúde e assistentes sociais precisam estar atentos ao preenchimento correto das fichas de notificação de violência, pois só dessa forma é possível ter a real dimensão do problema e assim formular políticas públicas de enfrentamento.

Continuidade das ações

No dia 09 de junho, a Coordenação será parceira da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), que promoverá no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Dom Adelmo Machado, uma palestra sobre “As Consequências para a saúde da pessoa Idosa diante de situações de violência”, a partir das 9h. O público-alvo será toda comunidade.

Já no dia 10 de junho, a Coordenação do Programa de Atenção à Saúde do Idoso realiza, a partir das 8h, no auditório do Conselho Regional de Psicologia, no Farol, a 3ª edição da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, tendo como público-alvo os profissionais de todas as unidades de saúde de Maceió.

Caderneta do Idoso

O Programa de Saúde do idoso disponibiliza nas unidades de saúde do município a Caderneta do Idoso, material elaborado pelo Ministério da Saúde (MS), que tem como objetivo traçar estratégias para o acompanhamento da saúde da pessoa idosa, onde serão registradas informações importantes sobre as condições de saúde, o que auxilia profissionais e gestores na elaboração de políticas de prevenção, promoção e reabilitação.

“A caderneta do idoso é um dos carros-chefe do programa municipal, pois ele funciona como um mini prontuário sobre as condições de saúde do indivíduo e que deve ser constantemente preenchido e trabalhado pelos profissionais de saúde”, explicou Denise de Lima, coordenadora do programa na SMS.

Ascom SMS


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0