Seagri distribui 5 mil mudas de árvores nativas e exóticas a estudantes

Ação aconteceu em Batalha e fez parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente

Estudantes de Batalhas ganharam mudas de árvores nativas e exóticas. Ascom/Seagri
Estudantes de Batalhas ganharam mudas de árvores nativas e exóticas. Ascom/Seagri

Dentro das atividades comemorativas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado neste domingo – 5 de junho – a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) realizou a entrega de mudas de árvores nativas e exóticas para estudantes das redes municipal e estadual de ensino do município de Batalha. Ao todo foram distribuídas 5 mil mudas de árvores como Nim, Algaroba, Moringa, Ingazeira e Craibeira.

 0506_MUDAS

Segundo João Rodrigues, agrônomo responsável pela produção das mudas, a Craibeira foi a que foi produzida em maior quantidade. Pertencente à família Bignoniaceae, a árvore é considerada o símbolo de Alagoas, segundo o Decreto n° 6239, de 29/04/1985. É bastante comum em diversas áreas do Estado, embora seja originária do Semiárido.

Daliane Neri é professora e fez questão de levar cerca de 400 estudantes para conhecer de perto esse trabalho e despertar nas crianças a consciência de preservação do meio ambiente.

“Nós já vínhamos debatendo temas ligados à Semana Mundial do Meio Ambiente na escola e trouxemos os alunos para cá como uma forma de concluir o trabalho de conscientização ambiental iniciado em sala de aula”, disse a professora.

O secretário da Agricultura de Alagoas, Alvaro Vasconcelos, prestigiou o evento e destacou a importância dessa produção de mudas no combate à degradação do meio ambiente e no incentivo à produção agrícola do Estado.

 0506_mudas-2

“Essa é uma contribuição que a Secretaria está dando não só para os produtores, mas, também, para o Estado, tendo em vista que quando você tem uma região mais arborizada, as vacas produzem mais leite. Além disso, com uma área mais arborizada, você acaba tendo uma terra mais produtiva e fertilizada, devido à matéria orgânica que é produzida com as folhas que caem”, concluiu o secretário.

André Risco – Agência Alagoas

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0