Seades orienta moradores da Chã da Jaqueira para ingresso em programas sociais

Moradores da Grota da Macaxeira também foram conscientizados da importância do enfrentamento ao trabalho infantil

Idosos com mais de 65 anos e familiares de pessoas com deficiência foram os principais alvos das equipes do órgão. Petrônio Viana
Idosos com mais de 65 anos e familiares de pessoas com deficiência foram os principais alvos das equipes do órgão. Petrônio Viana

 

 A Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) participou, neste sábado (4), das atividades do Governo do Estado na Grota da Macaxeira, no bairro da Chã da Jaqueira, em Maceió. Idosos com mais de 65 anos e familiares de pessoas com deficiência foram os principais alvos das equipes do órgão, que também buscaram a conscientização de pais e responsáveis no combate ao trabalho infantil.

 0405_SEADES

As atividades integraram as ações do programa Pequenas Obras, Grandes Mudanças na comunidade, que incluíram a assinatura da ordem de serviço para a execução de obras de mobilidade urbana em duas grotas da parte alta de Maceió.

A superintendente de Assistência Social da Seades, Aline Gonçalves, destacou o trabalho voltado aos idosos e pessoas com deficiência que residem na Chã da Jaqueira, identificados na Busca Ativa do Benefício de Prestação Continuada (BPC) com perfil de beneficiários, bem como nas orientações para ingresso e atualização cadastral de outros programas, como o Bolsa Família.

 0406_SEADES_3

“Com os dados da Busca Ativa podemos localizar esses possíveis beneficiários e verificar se eles realmente apresentam o perfil do BPC. Os que foram localizados neste sábado já foram orientados a agendar atendimento no INSS para solicitar a inclusão no benefício”, afirmou a superintendente.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Antônio Pinaud, lembrou que a Busca Ativa do BPC inclui todos os municípios alagoanos. “Os moradores da Chã da Jaqueira que não foram localizados neste sábado poderão ser incluídos no BPC em uma nova ação, o Alagoas Social, que pretendemos levar a todo o Estado. Estamos trabalhando em parceria com os municípios para ampliar o número de beneficiários. De acordo com os nossos dados, mais de 21 mil alagoanos têm o perfil para ingressar no BPC, o que representa um aumento de R$ 230 milhões por ano nos repasses do benefício para Alagoas”, ressaltou Pinaud.

 0406_SEADES_2

Trabalho Infantil – Ainda durante as ações do Dia D, as equipes da Seades distribuíram material informativo sobre a importância do combate ao trabalho infantil e os riscos físicos e psicológicos da exposição de crianças e adolescentes a essa situação. A atividade incluiu a conscientização de comerciantes da Grota da Macaxeira, com a afixação de cartazes lembrando a passagem do dia 12 de Junho, Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil.

“O trabalho de divulgação dos prejuízos causados às crianças e adolescentes explorados comercialmente é fundamental para a redução dos índices registrados em Alagoas. São informações que precisam chegar diretamente aos comerciantes e aos pais dessas crianças em situação de vulnerabilidade social. A Seades tem reunido os municípios para monitorar as atividades e orientá-los na aplicação de recursos. Esse é um trabalho que deve ser feito em conjunto, com o Governo do Estado, prefeituras, conselhos tutelares e órgãos fiscalizadores cumprindo seus papéis”, afirmou o secretário Antônio Pinaud.

Petrônio Viana – Agência Alagoas


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0