Roberto Bécker é tema de exposição no museu da imagem e do som

Mostra apresenta biografia do artista alagoano, que era cantor, compositor, contista e repentista

Artista fez de tudo um pouco e com um toque único, retratando as belezas naturais de Alagoas e Sergipe.
Artista fez de tudo um pouco e com um toque único, retratando as belezas naturais de Alagoas e Sergipe.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) abre, nesta sexta-feira (3), a exposição “Roberto Bécker – Um Menestrel Alagoano”. A nova mostra cultural contará a história de vida e profissional do consagrado artista alagoano que morreu em 2012.

Domingos Annunziato Litrento, popular e artisticamente conhecido como Roberto Bécker, foi um artista do povo. Era cantor, compositor, contista e repentista, fez de tudo um pouco e com um toque único, retratando as belezas naturais de Alagoas e Sergipe.

Em suas composições, também havia críticas sociais, transformando-o eventualmente em um cronista do cotidiano. Produziu mais de mil músicas, tornando-se um símbolo cultural pra toda uma geração. Já no fim da vida reencontrou seu amor de juventude e foi morar na capital sergipana, compondo lá 79 canções, uma para cada cidade.

A biografia do artista estará disponível a partir das 11h e segue até o final de junho. O Misa está localizado na rua Sá e Albuquerque, Jaraguá. Mais informações pelo telefone 3315-7882.

 Yasmin Assis – Agência Alagoas.

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0