Polícia apreende documentos falsos com acusados de fraudes no INSS

fraudeinssApós denúncias, na tarde desta quinta-feira, 19, a Polícia Civil prendeu no município de Piranhas, três homens acusados de aplicar fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Um dos suspeitos foi preso em flagrante, os outros dois, estavam em suas residências quando foram capturados. Além disto, a polícia apreendeu diversos documentos falsos.

De acordo com o delegado Leonan Pinheiro, coordenador da ação da Polícia Civil, entre os documentos apreendidos, estavam: certidões de nascimento, casamento, óbito, atestado médico. “A finalidade era de se obter benefícios previdenciários”, comentou.

Ainda segundo o delegado, o suspeito que foi preso em flagrante só participou naquele momento. “A intenção dele era unicamente pegar o documento falso e receber o benefício”, contou. E ainda acrescentou que muitas pessoas de Maceió iam até Piranhas para receber o benefício.

Os outros dois eram considerados criminosos contumaz, eles já praticavam essas fraudes há muito tempo. “Eles tinham documentos prontos para falsificar”, disse o delegado.

Os suspeitos identificados são José Francisco da Silva, de 63, Geraldo Martins da Silva e Manoel Aparecido da Silva, de 49 anos.

Como funcionava a fraude?

Segundo Leonan, os dois que foram presos dentro de uma residência, um deles fabricava os documentos e conversava para que uma pessoa que ia receber os benefícios previdenciários alegasse, por exemplo, um acidente de trabalho. “Em troca, a pessoa teria que ‘pagar’ com o primeiro salário recebido”.

Raíssa França – Cada Minuto


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0