Pivô de escândalo de corrupção, amiga de presidente da Coreia do Sul pede desculpas

Choi Soon-sil, amiga da presidente afastada Park Geun-hye e conhecida como ‘Rasputina’, está sendo julgada por abuso de poder e fraude.

A amiga da presidente impedida da Coreia do Sul, Park Geun-hye, que está no cerne de um escândalo de corrupção que engoliu a gestão da presidente, pediu desculpas nesta segunda-feira (26) quando foi interrogada por um comitê parlamentar especial, disse um membro da oposição.

Choi Soon-sil, que Park diz ter procurado em momentos difíceis, negou as principais acusações que lhe fizeram, como conspirar com a presidente para pressionar grandes empresas para que dessem dinheiro para fundações que ela controlava, relatou o parlamentar.

“Peço desculpas ao povo do país”, disse Choi, segundo o parlamentar do opositor Partido Democrático, Sohn Hye-won, que visitou Choi no Centro de Detenção de Seul e mais tarde reproduziu o que ela havia dito durante uma audiência do comitê.

Choi e ex-funcionários do governo estão sendo julgados por abuso de poder e fraude, e devido a outras acusações também estão sendo investigados por um procurador especial que analisa o papel de Park no escândalo.

A visita aconteceu depois de Choi ignorar várias convocações para comparecer a audiências no Parlamento.

g1

26/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0