Pato-mandarim: curiosidades surpreedentes

pato1A plumagem do macho é tão colorida e vistosa que recebeu este nome por causa dos trajes magnificos dos antigos mandarins da China.

O macho tem a plumagem muito mais vistosa que a da fêmea, que é marrom. Ele se exibe para que a fêmea o escolha. Quando ficam juntos, é pra vida toda.

O pato-mandarim é um pato de porte médio que vive em lugares densamente arborizados próximos de lagos, pântanos e lagoas e se alimenta de sementes, plantas aquáticas, caracóis, insetos e peixes. Mede de 41 a 49 cm de comprimento, com uma envergadura de 65 a 75 cm. É tão acostumado com a água que costuma dormir sobre ela e nunca fica molhado, já que suas penas formam uma espécies de couraça.

O macho e a fêmea são muito diferentes na coloração. O macho “Possui um bico avermelhado, faixas brancaspato2 crescentes acima dos olhos, uma face avermelhada e “bigodes”. O peito é roxo com duas faixas verticais, os flancos rosados, com duas faixas laranjas que deslizam pelas costas. A fêmea possui um anel branco em volta do olho e desenhado para a parte de trás do olho, esbranquiçada na parte debaixo, com uma pequena faixa branca na lateral e esbranquiçada também na ponta do bico”.

Os patos-mandarim se reproduzem no Sudeste da Rússia, no Nordeste da China e no Norte do Japão. Eles invernam no Sudeste da China e na Coreia do Sul. Foram introduzidos na Inglaterra, o que foi muito bom, sendo que com a destruição do seu habitat e as exportações de larga escala, reduziram os casais de patos-mandarim na China e Rússia para menos de 1000 casais em cada país. No Japão, felizmente, residem cerca de 5000 casais. O revés de os patos-mandarim estarem na Inglaterra, é que como eles não são nativos do país, também não há nenhum lei que os proteja.

Patos-mandarim são símbolos da felicidade e da fidelidade na China, já que um casal ficará junto até que um dos dois morra. Durante a primavera, as fêmeas colocam os ovos resultantes do acasalamento nas cavidades das árvores. Neste período o macho deixa que a fêmea resolva tudo sozinha e afasta-se dela. o macho não abandona completamente a fêmea, deixando apenas temporariamente até que os patinhos nascerem.

pato3Após quatro semanas de incubação, nascem uns doze patinhos. Com poucos dias de idade, eles são arremessados do ninho, para seu primeiro voo e o primeiro mergulho. Os filhotes logo que caem procuram a proteção do pai, que os aguarda. A vida nos pantanais é tão perigosa quanto na floresta.

Então, mãe e filhos dirijem-se para o local em que o pai está. Assim a família fica feliz e os pais cuidam juntos dos seus filhotes.

Pelo fato de serem símbolos de sentimentos tão nobres, na China, quando um homem ia pedir a mão de uma mulher em casamento, ele costumava presentear o pai dela com um casal de patos-mandarim. Por ser uma ave de fácil cuidado, o pato-mandarim é uma das aves mais criadas e vendidas, sendo destinadas exclusivamente para o ornamento.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0