Inmeq apura denúncia de fraude em posto de combustível em Maceió

Duas equipes realizaram a fiscalização nos bicos das bombas

Equipe do Inmeq apurou denúncia de fraude em posto de combustível em Maceió   Equipe do Inmeq apurou denúncia de fraude em posto de combustível em Maceió – Ascom

 Com base em denúncia feita por um consumidor sobre a vazão de combustível em um posto localizado em Maceió, no último dia 4 deste mês, o Instituto de Metrologia e Qualidade de Alagoas (Inmeq-AL) informa que esteve presente no estabelecimento durante dois dias consecutivos (6 e 7), apurando a suspeita de irregularidade.

Duas equipes realizaram a fiscalização nos bicos das bombas, assim como outra série de itens que fazem parte da verificação de praxe feita pelo instituto. Os técnicos não encontraram o teor da denúncia, pelo fato de a bomba alvo da irregularidade já ter sido submetida a reparo e reprogramação, segundo o gerente do local.

Entretanto, o estabelecimento apresentou irregularidade em uma das bombas de abastecimento de diesel, tendo sido lacrada e o posto devidamente autuado, cabendo agora à defesa e o trâmite do processo administrativo para que os fatos sejam apurados.

A equipe de fiscais colheu detalhes com os funcionários, sendo informada de uma queda recente de energia elétrica, o que, possivelmente, pode ter danificado a programação correta do equipamento. Diante do fato, tendo sido feita a fiscalização, a equipe técnica notificou e deu a orientação necessária para que a situação no ocorra novamente.

Outro ponto denunciado pelo consumidor foi a falta do medidor padrão de volume, utilizado para realizar o teste de vazão. A informação passada pela empresa ao cliente foi a de que o medidor encontrava-se no Inmeq/AL para manutenção. A direção do instituto não confirma esse relato, ressaltando que o equipamento não estava em posse do órgão.

O Inmeq-AL, em tempo, ressalta a atitude correta tomada pelo consumidor que identificou o problema, fazendo o fato vir a público e de conhecimento dos órgãos competentes, contribuindo, assim, para o trabalho de fiscalização.

O Inmeq reforça ainda que, no caso do abastecimento de combustível, o cidadão deve estar atento ao selo de verificação do Inmetro e lacre de segurança, garantia de que o equipamento passa por fiscalização periódica dos agentes do instituto.

Em caso de suspeita é direito do consumidor exigir o teste de vazão no local, através do medidor padrão de combustível – item obrigatório em todos os postos.

O consumidor ainda tem como meio de denúncia a Ouvidoria do órgão, que pode ser acionada através do número 3218 – 9135, ou pelo site http://www.inmeq.al.gov.br/ouvidoria.

GNV

Em relação à denúncia feita por outro consumidor, sobre o Gás Natural Veicular, a apuração será feita assim que o padrão utilizado para este tipo de verificação retorne ao instituto, após ser submetido à verificação anual em empresa credenciada do Inmetro.

Ascom – Agência Alagoas.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0