Garçom demitido por equipe de Temer não sabe motivo de dispensa

palacio-planalto

Desligado do Palácio do Planalto, onde trabalhava como garçom há nove anos, José da Silva Catalão, de 52 anos, passou a fazer parte da estatística dos brasileiros que procuram um emprego. Elogiado pelo ex-presidente Lula, na sua página oficial no Facebook, que o descreveu como um “funcionário exemplar”, José foi mandado embora pela equipe de Michel Temer – segundo ele, a notícia não foi dada pelo presidente em exercício. O homem diz que o motivo da demissão não foi informado, mas não acredita que tenha sido por questões políticas.

José recebia um salário líquido de R$ 3.870, segundo o Transparência Brasil. Como não era concursado, hoje corre atrás de um novo emprego.

O ex-funcionário conversou com o EXTRA, que publicou suas declarações nesta quinta-feira. Depois, porém, José solicitou que suas falas fossem suprimidas da matéria, para não prejudicá-lo profissionalmente.

Desde 2007 servindo à Presidência, José já tinha esbarrado algumas vezes com Temer. No relacionamento, era “tudo normal”. José não quis revelar o seu último voto para presidência.

Nesta quarta-feira, recebeu uma ligação de Lula – com quem trabalhou de 2007 até o fim do mandato do presidente, em dezembro de 2010. Questionado se o ex-presidente lhe ofereceu algum emprego, José disse que “até agora não”. Em seu perfil oficial no Facebook, Lula descreveu a conversa dessa forma:

“Ô meu querido, liguei para prestar minha solidariedade, você sempre foi um funcionário exemplar, que alegrava muito o palácio. É uma pena que um governo provisório aja como um governo definitivo para demitir funcionários como você”, teria dito Lula na conversa, segundo a página.

Antes do serviço na Casa da Presidência – e antes mesmo do retorno à recente democracia -, em 1982, José era praça do Exército. Mas não voltou ao trabalho militar, disse ele por telefone.

A assessoria de impressa do presidente em exercício foi procurada, mas ainda não respondeu.

EXTRA


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0