Forças policiais apreendem mais de 800 armas nos primeiros cinco meses de 2016

Alagoas mantém patamar e supera mais uma vez os números de 2014

Ilustração
Ilustração

Os cinco primeiros meses de 2016 mostram claramente o afinco da Segurança Pública para neutralizar as ações dos criminosos. A quantidade de armas apreendidas no Estado é mais um fator positivo que contribui na coibição da violência. Desde o início da gestão Renan Filho, nesse mesmo período – janeiro a maio -, o número supera o de 2014.

As informações coletadas no Núcleo de Estatística e Analise Criminal. (Neac) apresentam quantidade significativa de armas retiradas de circulação pelas forças policiais nas operações integradas ou ocorrências de unidades.

Pelo balanço, nos cinco primeiros meses de 2014 foram apreendidas 685 armas, sendo 111 em janeiro; 136 em fevereiro; 133 em março; 171 em abril e 134 em maio. Em 2015 houve um aumento de apreensões: 152 em janeiro; 158 em fevereiro; 165 em março; 189 em abril e 159 em maio, totalizando 969 armas.

De janeiro a maio deste ano foram retiradas de circulação 823 armas. Só em abril as polícias apreenderam 189, uma média de seis armas por dia. Nos outros meses tivemos um total de 152 em janeiro, 158 em fevereiro, 165 em março e 159 em maio, mês em que tivemos destaque nos números de prisões, mais precisamente de homicidas. Ao todo, foram 40 pessoas presas em maio deste ano, na região metropolitana.

Mesmo com o número um pouco menor do que em 2015, vale ressaltar que a SSP mantém o patamar e se sobressai perante os índices anteriores. Já conseguimos encontrar quase novecentas. Isso é sinal de que os policiais continuam empenhados e o crime está perdendo. “A forças policiais estão nas ruas para fazer o seu melhor. E o nosso maior propósito é proteger o cidadão”, afirma o secretário Lima Júnior.

Dulce Melo e Eva Pimentel – Agência Alagoas


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0