Este menino de quatro anos é velho demais para ser amamentado?

71c8bf07a25975a0a102a8c4c3fb198f

A mulher conhecida como Breastfeeding Mama quer que outras mães saibam que não há problema em amamentar crianças mais velhas e que isso não é motivo de vergonha.

Sophie Rose, de 40 anos, mora na Tailândia com seu marido e seu filho de quatro anos, Shaye. A britânica publica posts e vídeos amamentando Shaye em seu popular canal no YouTube: Sophie’s Joy Breastfeeding Mama. O canal foi lançado em maio mas já acumula mais de 15 mil seguidores e 8 milhões de visualizações. Rose explica que sua missão é continuar seu trabalho “normalizando a amamentação”, especificamente no caso de crianças mais velhas.

Em um vídeo recente ela afirmou que a amamentação estendida é algo “bonito e íntimo”, e sugere que isso deveria se tornar parte da realidade das pessoas.

“Ainda há muitas controvérsias e espanto em relação a amamentar uma criança mais velha, e eu quero expor isso, e expor mais, e depois mais ainda, até que isso se torne normal,” disse ela no vídeo enquanto amamenta seu filho ao mesmo tempo.

Rose diz que amamenta Shaye cerca de três ou quatro vezes por dia, em média. “Se nós passarmos o dia inteiro juntos geralmente ele pede um pouco mais.”

Rose admite que quatro anos pode parecer um tempo estranhamente longo para amamentar para algumas pessoas (ela, inclusive, não foi amamentada quando era bebê), mas agora ela acredita na criação com apego – uma filosofia com foco em nutrir uma conexão com a criança. Além da amamentação estendida, ela acredita em dormir junto com a criança para ajudar a suprir todas as suas necessidades.

Quando uma seguidora perguntou se outras crianças sabem que Shaye ainda mama no peito e se ele já sofreu algum tipo de bullying por causa disso, Rose respondeu:

“Eu sempre o amamentei na frente de outras crianças. Elas perguntam o que é isso, eu explico que ele está tomando leite, que o leite vem dos seios, e eles simplesmente aceitam isso e continuam com o que estavam fazendo ;)”

Em um vídeo publicado no começo deste ano, Rose disse: “Eu adoraria viver em um mundo em que mães que estão amamentando não tivessem vergonha de alimentar seus filhos em público, onde elas sentissem que pudessem fazer isso em qualquer lugar, sem comentários negativos, repercussões e sem sentir medo.”

 

Yahoo

16/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0