Estado estuda decreto que impede cobrança de consignados a servidores

Secretário de Estado do Planejamento e Gestão esclarece dúvidas sobre cobranças

Cobranças indevidas foram solucionadas e na folha maio/junho será solucionado.  
Cobranças indevidas foram solucionadas e na folha maio/junho será solucionado.
A Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) esclarece que problemas em relação a empréstimos consignados, ocorridos com alguns servidores públicos estaduais, aconteceram devido a um problema técnico da empresa terceirizada Neoconsig, que cuida dos empréstimos do funcionalismo estadual.

Em tempo, a Seplag afirma que o problema com a empresa foi solucionado e, já a partir da folha de maio/junho, a situação voltará a se normalizar, com a garantia de que nenhum servidor público será prejudicado.

O secretário de Estado do Planejamento e Gestão, Christian Teixeira, afirma que está tomando providências preventivas a respeito do caso. A Seplag está preparando um decreto que proíbe, por exemplo, que os bancos façam a cobrança aos servidores, visto que o contrato de empréstimo é firmado entre o Estado e as instituições financeiras.

Quanto à reclamação de que só a Caixa Econômica Federal está realizando este tipo de operação com os funcionários estaduais, Christian Teixeira adiantou que está fazendo contato com outros bancos.

“É importante para nós que este leque se amplie, havendo uma concorrência maior e possibilitando a redução das taxas cobradas pelas instituições financeiras”, pontuou o secretário.

A Secretaria do Planejamento e Gestão esclarece ainda que quaisquer informações referentes a repasse de valores devem ser tratadas com a Secretaria de Estado da Fazenda.

Julianne Leão – Agência Alagoas

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0