Cunha dá o troco e usa frase de Dilma: Antes tarde do que nunca

DF - CUNHA/JORNALISTAS - POLÍTICA - O presidente da Câmara, Eduardo Cunha   (PMDB-RJ), concede entrevista aos   jornalistas setoristas da Câmara fazendo um   balanço do primeiro semestre do ano, em   uma café da manhã oferecido no anexo IV na   Câmara dos Deputados, em Brasília.   16/07/2015 - Foto: ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO

Afastado da presidência da Câmara e do seu mandato como deputado federal pelo PMDB/RJ, Eduardo Cunha publicou em seu Twitter, nesta quinta-feira, a frase “Antes tarde do que nunca”, após o afastamento da presidente Dilma do cargo pela abertura do processo do impeachment pelo Senado. O comentário do deputado federal faz referência ao que disse a própria Dilma no dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pelo afastamento de Cunha, no último dia 5.

Na ocasião, Dilma comentou a decisão do ministro Teori Zavascki de afastar Eduardo Cunha por tempo indeterminado do poder no Congresso, sob a justificativa de que ele estaria atrapalhando as investigações da Operação Lava Jato, na qual o deputado é réu e é investigado por uma série de acusações ligadas a esquemas de corrupção.

— Soube que o Supremo Tribunal Federal tinha afastado o senhor Eduardo Cunha alegando que ele estava usando seu cargo para fazer pressões, chantagens. A única coisa que eu lamento, mas eu falo antes tarde do que nunca, é que infelizmente ele conseguiu presidindo na cara de pau o lamentável processo (de impeachment) na Câmara — disse Dilma, na época.

EXTRA


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0