Assassinato de jovem é comemorado com fogos na periferia de Marechal

assasinatojovem
Um corpo sob um cajueiro. Várias perfurações de arma de fogo. E uma trilha sonora macabra: fogos de artifício. Os fogos seriam em comemoração ao assassinato de um jovem identificado como Joalisson Silva, 19 anos, conhecido como ‘Capeta’, morto a tiros no começo da tarde deste sábado (29) na localidade conhecida como Iraque, periferia de Marechal Deodoro, na região metropolitana de Maceió.

No local, ninguém fornece informações sobre os autores do crime. Joalisson foi morto enquanto estava sentado sob um cajueiro e sequer esboçou reação. Informações extraoficiais dão conta que a vítima possuía envolvimento com o tráfico e outros ilícitos, com várias passagens pela polícia.

A exemplo de outros crimes motivados por disputas de pontos de tráfico, ninguém quis fornecer informações de como se deu o crime. Momentos após o assassinato, a reportagem pôde constatar uma série de explosões de fogos supostamente ‘patrocinados’ por uma facção criminosa.

Militares da 5ª Cia. Independente e agentes da Delegacia de Marechal Deodoro estão no local realizando os primeiros levantamentos. O corpo será periciado e encaminhado ao Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, onde será submetido à necropsia e posteriormente será liberado para sepultamento.
Claúdia Galvão – Alagoas 24 Horas


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0