Artesanato: Primeira-dama do Estado quer fortalecer produção dos reeducandos

Renata Calheiros cria comissão que envolve diversas secretarias com a finalidade de unificar e garantir melhorias para o segmento

4320f862c9bea110ec01ab0f388915a3_L

A primeira-dama do Estado, Renata Calheiros, discutiu ações de fortalecimento do artesanato alagoano em reunião, nesta quinta-feira (28), com o secretário de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), Marcos Freitas Santos e sua equipe.

 

O destaque foi a criação de uma comissão, que envolve outras secretarias, para desenvolver melhorias, unificar o calendário em torno do segmento e dar mais qualidade à produção do artesanato de Alagoas.

 

Segundo Renata Calheiros, a participação da Seris é de extrema importância para o fortalecimento do artesanato no Estado, já que é desenvolvido um trabalho com os reeducandos.

 

“A proposta é reunir todos os agentes e fazer um trabalho unificado e focado. Cada Secretaria com a expertise que lhe compete. A Seris tem um trabalho importante desenvolvido com 50 reeducandos. Não só com artesanato, mas de serigrafia, marcenaria, todos voltados à profissionalização deles. Tudo isso dentro do Projeto Ressurgir, que funciona dentro da Fábrica da Esperança. E queremos que eles façam parte desse projeto maior”, explicou Renata Calheiros.

 

O secretário Marcos Freitas Santos, pontuou o início do projeto como um marco para a ressocialização no Estado. Levando em consideração o profissionalismo que a primeira-dama vem dando ao segmento do artesanato.

 

Além da Seris, as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Cultura, Comunicação, Gabinete Civil e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AL) também irão compor a Comissão, que vai integrar o trabalho de potencialização da qualidade e diversificação do artesanato alagoano.

Maria Barreiros – Agência Alagoas


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0