Arquivo Público de Alagoas investe em capacitação e se torna um dos mais modernos do Nordeste

O Arquivo Público de Alagoas (APA) busca sempre melhorias e qualificação para que seu corpo técnico possa oferecer um trabalho diferenciado à sociedade alagoana, que tem no acervo do órgão uma fonte de informação.

Entre os dias 5 e 9 deste mês, nas dependências do prédio, no bairro Jaraguá, acontece o Curso de Técnicas de Conservação e Restauro de Acervos Arquivísticos e Bibliográficos.

O curso faz parte do projeto de modernização do APA, uma parceria do Programa de Pesquisa para Políticas Públicas da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), em parceria com o Gabinete Civil do Estado.

A facilitadora, Vania Lucia Freitas Cândido, é historiadora e técnica em restauração e conservação de acervos pela Fundação Joaquim Nabuco. De acordo com a superintendente do APA, Wilma Nóbrega, o curso é composto por diversas etapas e traz novas técnicas para a preservação de documentos.

“Estamos capacitando o quadro de servidores e bolsistas do Arquivo Público de Alagoas para o uso de equipamentos específicos e de novas técnicas para preservação, conservação e restauro dos acervos arquivísticas e bibliográficos. O presidente da Fundação Casa Penedo, Francisco Alberto Sales, esteve presente e ficou encantado com nosso trabalho e curso,” comemorou.

Nos próximos dias do curso será ensinado como ‘dar banho no papel’. “É um processo bem interessante. É uma técnica de restaurar documentos, faltando algumas partes. Enquanto manualmente é realizado apenas um por vez, no equipamento MOP, um dos únicos do Nordeste, é possível fazer com até cinco documentos ao mesmo tempo,” finalizou a superintendente.

Ascom – 06/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0