12 mandamentos de Hank Moody

Sete anos de série regados a muito sexo, humor e rock. Aprenda o legado do maior comedor da ficção

Hank Moody é um dos maiores pegadores da ficção, mas ele tem muito mais a nos ensinar
Hank Moody é um dos maiores pegadores da ficção, mas ele tem muito mais a nos ensinar.

Como grande parte das produções, Californication foi uma série que viveu de altos e baixos, entre temporadas incríveis e outras apenas divertidas, todas regadas a muito sexo, drogas e rock n’ roll. Mas esses sete anos foram mais que o suficiente para transformar Hank Moody em um “exemplo” de homem a se seguir.
Exagerada, artística e humana. Acredito que essas três palavras definem tanto Californication quanto o seu protagonista, e a prova cabal de que isso não é papo de fã virá nas linhas subsequentes onde irei dissertar sobre todas as lições que aprendi com Mr. Moody e todo o bando de loucos que o acompanharam.
Então siga os 12 mandamentos do professor Moody
Então siga os 12 mandamentos do professor Moody
Californication cumpriu seu papel e deixou o seu legado, então confira-o agora:
#1 Esteja sempre atento para não perder o momento.
No episódio “In Utero” – alusão ao álbum do Nirvana e o fato de Karen estar grávida – Hank se lembra de quando Karen ficou grávida. Grande parte do episódio se passa em flashbacks, e em uma de suas lembranças Hank se recorda que pensou em fugir e deixou uma carta para Karen, no final do episódio, o conteúdo da carta é revelado: “As pessoas costumam piscar e perder o momento. O momento que poderia mudar tudo“. A série sempre mostrou o quão Hank é apaixonado por Karen e sua filha Becca, portanto se ele fugisse perderia o momento que mudou tudo.
#2 Mulheres precisam ser ouvidas, dedique-se e aprenda a fazer isso.
Durante a terceira temporada, Hank se torna professor universitário e acaba se envolvendo com três mulheres diferentes, sua assistente, a mulher do reitor e uma aluna. Após o desenrolar da trama, todas as três mulheres e sua ex-mulher estão juntas em um jantar na casa do Reitor, ambas deixam claro que o que as conquistou foi o fato de Hank sempre ouvi-las. Este é um conselho muito válido para os caras que não têm paciência de parar para escutar ou até mesmo ter coragem de enfrentar as DRs, que são um saco, mas precisam acontecer.
#3 Limite-se a apenas três vícios.
Californication é uma série que leva a sério o lema “sexo, drogas e rock n’ roll”. Mas a grande lição que Hank nos deixa quanto a isso é que devemos nos limitar apenas há 3 vícios, mais que isso é suicídio.
#4 É possível ser “macho” e cavalheiro ao mesmo tempo.
Durante toda a história, Hank mostra que é algo muito longe da perfeição. Ele é cheio de  defeitos. É baladeiro, fumante, beberrão, usa drogas e é um problema ambulante, mas mesmo assim nunca deixa de tratar bem todas as mulheres que passam pela sua vida. A todo instante ele nos mostra que é possível ser cavaleiro sem deixar de ser macho. Tratar bem as mulheres é o que diferente os machos dos machos de verdade.
#5 Ser um cara romântico não é ser um babaca chorão e grudento.
Mulheres gostam sim de caras românticos, o que elas não gostam é de caras chatos, melosos, chorões e grudentos. Basta não banalizar o romantismo, ser um homem romântico não quer dizer que você precise ser romântico 24 horas.
#6 Drogas e suicídio não resolvem nada.
As pessoas são complicadas, complexas e muitas delas são podres, a série lida a todo instante com personagens assim, que tentam fugir dos seus problemas buscando soluções fáceis. Mas não adianta, a vida é difícil e se sua válvula de escape for drogas ou morte, saiba que não vai resolver seus problemas – mesmo morrendo -, porque as pessoas continuarão a fazer merda e decepcionar umas as outras.
#7 Família e amigos em primeiro lugar.
Durante todo o seriado, Hank coleciona muitos desafetos, mas seus amigos – que são poucos – e sua família sempre vieram em primeiro lugar, e ele sempre os defendeu com unhas e dentes, mesmo fazendo muita merda.
#8 Foda-se o que os outros pensam.
Pode parecer óbvio, mas não para todos. Entenda, você é o dono do seu próprio caminho, e só cabe a você trilha-lo. Não dependa de ninguém e faça o que tiver que fazer, sem esperar um reconhecimento ou por algum prêmio. Faça apenas por você. Seja você mesmo.
#9 Não perca o controle.
O mundo é cheio de pessoas escandalosas que adoram aparecer e arrumar confusão, somado a isso vivemos em um planeta caótico onde a todo instante alguém pode perder a cabeça. Hank nunca perdeu a calma nas inúmeras vezes que os “valentões”, maridos traídos, ou qualquer tipo de pessoa quis lhe arrancar a cabeça.
#10 Saiba dar a volta por cima.
Você nunca sabe o que pode te pegar de surpresa nessa vida. Você pode sucumbir diante de vícios, você pode perder a pessoa que mais ama, pode ver todo o seu palácio de cartas desmoronar, mas mesmo que você esteja em pedaços nunca perca a esperança, só assim você poderá dar a volta por cima.
#11 Goste mais de mulher do que de sexo.
Em um dado momento da série Hank disse: “Eu gosto de tudo, grandes, gordas, altas, pequenas, branca, preta, amarela, roxa… sou grande fã das mulheres”. Entretanto, não é todo homem que é um grande fã de mulheres e tudo o que elas são e representam. Admirar uma mulher está além de apenas querer transar com ela.
#12 Não há problema algum em ser um cara da velha guarda.
Isso não quer dizer que você é ultrapassado, só mostra que você prefere atitudes mais humanas ao invés de toda essa porcaria que criaram para terceirizar relações. Lembrem-se que cartas são mais impactantes do que um SMS ou um whatsapp.
Marcel G Costa – AreaH

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0